EXPLORE

foco in cenafoco in cena

Ampliar
Sem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a Falta
Anterior
Sem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a Falta
Sem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a FaltaSem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a Falta
Anterior

Sem - Um Colóquio Sobre a Falta - Um Colóquio Sobre a Falta

Dudude Herrmann (MG / Brasil)

(2008)

O espetáculo "Sem - Um Colóquio Sobre a Falta" marca nova fase de Dudude Herrmann. Como o próprio nome sugere, traduz em dança a falta sob diversos aspectos, entre eles, a relação com o planeta Terra e próprio ser humano.

"Vivemos num paradoxo: o vazio pelo excesso ou o transbordamento do nada. Pelo excesso aparece a escassez dos sentidos da existência e o absurdo da falta da projeção de um futuro ", afirma Herrmann.

E comenta:" Uns dizem que vivemos em uma época vazia, na qual crenças e idéias perderam o valor, na qual as utopias não fazem mais sentido e a própria faculdade de imaginar entrou em falência.

Mas não seria contraditório dizer: vivemos uma época de abundância, na qual os avanços das pesquisas científicas e das tecnologias nos apontam a superação do homem como tal e anunciam novas formas de fabricar vidas ".

Curiosamente, o espetáculo integrou, em sua estréia, a programação em torno do tema "O fim de um mundo não é o fim do mundo. Como sobreviveremos no século XXI?".

Em cena, Dudude Herrmann e Izabel Stewart, parceiras de trabalho há cinco anos, constroem e desconstroem paisagens utilizando a matéria plástico.

A coreografia é permeada por estruturas de improvisações e inserções em vídeos, assinados pelo artista plástico Marcelo Kraiser, com uma trilha sonora que vai de Arnaldo Batista a Messian.

"A idéia surgiu inusitadamente em 1995 enquanto fazia o espetáculo 'Iphigenia'", esta querência teve um processo de encubadora necessária, tempo suficiente para maturar assuntos de incomodo ambiental.

Ficha Técnica

Direção e concepção: Dudude Herrmann.

Ensaiadora: Paola Rettore

Intérpretes: Dudude Herrmann e Izabel Stewart

Iluminação e Sonorização: Bruno Rodrigues

Apoio técnico: William Gomes

Produção: Jacqueline de Castro

Coleta de Imagens de vídeo: Marcelo Kraiser

Elaboração do vídeo: Marcelo Kraiser

Trilha Sonora: Feldman/Messian/Arnaldo Batista

Divulgue

Entre em CenaAssistiu esse espetáculo?
Tem algo a nos dizer sobre sua experiência com ele?
Então comente aqui e nos ajude a construir esta história.

FECHAR

Concorra a uma impressão fine art das suas fotos favoritas preenchendo seu nome e e-mail nos campos abaixo. Você fará isso uma única vez a cada acesso ao site, independentemente de quantas fotos marcar. Saiba mais em www.focoincena.com.br/foto-do-mes.