EXPLORE

foco in cenafoco in cena

Ampliar
Um Molière Imaginário
Anterior
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Um Molière ImaginárioUm Molière ImaginárioUm Molière Imaginário
Anterior

Um Molière Imaginário

Grupo Galpão (MG / Brasil)

Direção: Eduardo Moreira

(2005)

"Um Molière Imaginário" ressuscita a figura de Molière numa grande homenagem ao teatro, especialmente ao universo da comédia popular e de rua. O espetáculo, dirigido por Eduardo Moreira e, com texto adaptado por Cacá Brandão, projeta "O Doente Imaginário", original de Molière, sobre um pano de fundo que investiga a natureza e a função do teatro, enquanto homenageia o mais importante comediógrafo de todos os tempos.

Nesse contexto, surge em cena Mab, a rainha dos sonhos, que através do poder da imaginação, arrebata o próprio Molière da tumba em que repousa há mais de 300 anos para, aproximando-o de Machado de Assis, dar-lhe novamente a palavra e restituir-lhe a dignidade, vilipendiada por um enterro aviltante. No miolo da ação, desenrola-se a história de Argan, avarento e hipocondríaco, a última grande criação do dramaturgo e comediante francês. De maneira divertida, Molière desnuda a hipocrisia social e os abusos da cabala médica.

O espetáculo, fiel ao humor crítico de Molière e à irreverência característica do Grupo Galpão, é temperado com o lirismo presente nos entreatos. Para obter esse equilíbrio, foi decisiva a contribuição da trilha sonora, que, variando da ópera ao bolero, era executada ao vivo pelos próprios atores. Fernando Muzzi compôs as canções e temas dos entreatos e, Ernani Maletta, os trechos operísticos, interpretados pelo casal de amantes.

Mais de 100 cidades brasileiras aplaudiram "Um Molière Imaginário". Em Santiago do Chile, o grupo foi ovacionado por mais de 2.000 espectadores, e, na cidade do Porto, a montagem reinaugurou o tradicional Teatro recebeu a consagração do público português.

Ficha Técnica

Elenco

Antonio Edson - Sr. Boa Fé / Dr. Purgan

Arildo de Barros - Dr. Disáforus

Beto Franco - Sr. Flores

Chico Pelúcio - Tomás Disáforus

Fernanda Vianna / Lydia Del Picchia - Rainha Mab

Inês Peixoto - Belinha

Júlio Maciel - Molière / Beraldo

Paulo André - Cleanto

Rodolfo Vaz - Argan

Simone Ordones / Lydia Del Picchia - Angélica

Teuda Bara / Margareth Serra (atriz convidada) - Nieta

Equipe de criação

Direção - Eduardo Moreira

Dramaturgia e textos - Cacá Brandão

Tradução - Edla Van Steen

Assistente de direção - Chico Pelúcio

Cenário - Paulo Pessoa

Execução de cenário - Helvécio Izabel / Arquitetural / Santo Ofício

Figurinos e adereços - Wanda Sgarbi

Execução de figurinos - Maria Castilho

Assistentes de figurino - Paulo André / Sandra Chaves

Adereços - Wanda Sgarbi / Paulo Pessoa / Tião Vieira

Composição, arranjos e preparação instrumental - Fernando Muzzi

Composição, arranjos vocais e regência de coro - Ernani Maletta

Preparação vocal - Babaya

Preparação corporal - Fernanda Vianna e Vivien Buckup

Iluminação - Chico Pelúcio / Alexandre Galvão / Wladimir Medeiros

Sonorização - Rômulo Righi / Alexandre Galvão

Direção de produção - Beto Franco / Regiane Miciano

Aulas de percussão - Sérgio Silva

Maquiagem - Mona Magalhães

Operação de som - Alexandre Galvão

Operação de luz - Wladimir Medeiros

Cenotécnica - Helvécio Izabel

Programação visual - Lápis Raro

Produção executiva - Gilma Oliveira

Produção - Grupo Galpão

Divulgue

Entre em CenaAssistiu esse espetáculo?
Tem algo a nos dizer sobre sua experiência com ele?
Então comente aqui e nos ajude a construir esta história.

FECHAR

Concorra a uma impressão fine art das suas fotos favoritas preenchendo seu nome e e-mail nos campos abaixo. Você fará isso uma única vez a cada acesso ao site, independentemente de quantas fotos marcar. Saiba mais em www.focoincena.com.br/foto-do-mes.